• whats: 11 9 8330.3302

O que é exatamente a Depressão?


A Depressão é uma epidemia mundial, é uma doença grave e segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) e nos últimos 10 anos teve um crescimento de 18% nos casos a nível mundial.

A própria OMS considera o Brasil o país mais Depressivo da América Latina, ou seja, o que tem mais casos de Depressão entre todos os países da America Latina.


Basicamente a Depressão é uma doença que altera a forma como a pessoa vê o mundo.


O indivíduo deprimido vê tudo cinza, com olhos pessimistas e isso influencia também a forma como a pessoa se relaciona, ou seja, afeta seus relacionamentos de um modo geral.


È mais uma Síndrome que uma doença, pois ela tem várias tipos e assim pode se manifestar em uma pessoa que não tem energia para levantar da cama ou em uma pessoa que vive o sofrimento internamente e ninguém percebe.


Dentro destes dois extremos existe um leque de formas e tipos de depressão tanto na manifestação dos sintomas como também nas causas: por uma perda de um ente querido, por uso de substâncias como álcool, maconha, cocaína e mesmo medicamentos, por desemprego, por uma experiência de ter sido roubado/assaltado/sequestrado, por abuso seja sexual, seja mesmo moral/emocional, pelas mudanças de papeis como na adolescência (quando deixa-se a infância) ou quando uma mãe se sente sozinha quando os filhos casam ( sindrome do ninho vazio ), ou ainda quando tem-se que mudar de residência, deixando amigos e familiares queridos, por saber que é portador de alguma doença, por algum tipo de incapacitação física e muitas outras.



Na verdade a depressão é muitas vezes uma doença que causa uma dor silenciosa


e só podemos identificar seus sintomas pelo comportamento da pessoa, seja sua forma de se expressar, seja pela forma como ela convive consigo mesma, o que pode ser informado ao psicólogo.


Por alterar a consciência da pessoa com relação ao mundo, distorcendo-o para uma forma negativa, a depressão pode levar algumas vezes ao suicídio.


Buscando ajuda profissional através do psiquiatra e do psicólogo (terapia) a pessoa pode equilibrar os aspectos bioquimicos do cérebro através de medicamentos e paralelamente trabalhar seus aspectos psiquicos através da terapia, o que vai fazer com que se mude a visão de mundo e se consiga adquirir recursos internos para sustentar-se e blindar-se com relação ao sofrimento psíquico e emocional que a Depressão impõe.



A depressão é considerada um distúrbio afetivo que se assemelha à tristeza


mas que, ao contrário desta, não pode ser superada, mantendo-se por longo tempo.


O protocolo para o tratamento da depressão hoje, indica medicação e terapia paralelamente, além do apoio familiar e algumas mudanças de hábitos cotidianos, além do lado religioso/espiritual.



A Depressão pode surgir em determinado período da vida


mas pode também acompanhar o indivíduo desde seu nascimento.

Muitas vezes ela é confundida com tristeza, e esta sendo um sentimento natural de todo ser humano, leva a pessoa que sofre de Depressão a sofrer mais ainda pelo preconceito.


As pessoas à sua volta pensam que ela é preguiçosa ou que é fraca psiquicamente por se entregar à tristeza.


Em outras sessões deste site, você terá muitas informações complementares sobre a Depressão, como sintomas, formas de tratamento, dicas, tipos de depressão e outras informações de forma mais aprofundada.


Roberto Dantas
Psicologo - CRP 06/148123

A Depressão é uma doença multifatorial

São vários os fatores que podem estar contidos em um quadro depressivo: capacidades e competências pessoais e sociais, falhas no desenvolvimento psicológico na infância, fatores hormonais e físicos(genéticos), fatores emocionais ou outros.